TPM

Você sabia? Alimentação e exercícios físicos auxiliam na diminuição das cólicas menstruais e da TPM

Confira dicas de especialistas para aliviar os sintomas por Carolina Bozzi Segundo a SOGESP, Associação de Obstetrícia e Ginecologia de São Paulo, existem dois tipos de dismenorreia,  popularmente conhecidas como cólicas menstruais: A primária, não associada à doenças e a secundária, causada por enfermidades como a endometriose, o mioma uterino e a doença inflamatória pélvica.  De acordo com a Associação, tanto a cólica primária quanto a secundária, são decorrentes do aumento de prostaglandinas, células similares a hormônios que atuam no endométrio, causando a dor abdominal. Pesquisas feitas pela Associação, constataram que nem todas as mulheres têm cólicas e que a decorrência das dores varia de organismo para organismo. “Geralmente elas aparecem durante o sangramento menstrual e podem ser mais intensas no segundo e terceiro dia do ciclo”, explica Carla Gimenes, especialista em ginecologia endócrina e climatério pela Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP. Ilustração: Adenilson Maciel   Como tratar as cólicas? Por ser algo natural dos hormônios, não há um tratamento específico. Mas a ginecologista afirma que para o alívio das contrações abdominais, são receitados analgésicos, antiinflamatórios e anticoncepcionais. A especialista também esclarece que é mito o que algumas pessoas dizem sobre o fato de que lavar o cabelo durante o período menstrual ou ingerir bebidas geladas aumentam […]